A chave para lidar com os seus medos

Há 8 anos atrás fui desafiada a falar em publico pela primeira vez, para pequenos grupos é um facto, mas com o impacto emocional da grandeza.

A garganta secou como se tivesse acabado de comer uma posta de bacalhau salgado, o coração ganhou o ritmo do instrumental de uma banda de Heavy Metal e todas as possíveis ameaças ao meu redor pareceram aumentar em probabilidade, intensidade e de forma ameaçadora. Hoje ganho a vida a falar para grupos!

Sigo tendo outros medos em diferentes áreas da minha vida e a lidar com eles, pois percebi que nada pode ser mais limitador que ter essa energia a gerir as nossas vidas, e uma coisa é certa, o medo é a nossa pior desculpa para não seguir em frente em relação ao que realmente queremos.

Tem vontade de tomar uma decisão mas o medo impede de dar o primeiro passo? Tem vontade de fazer uma mudança na sua vida mas acha que ainda não é o momento certo? Está à espera do momento certo há muito tempo? Qual é o seu obstáculo? Não tem as coisas claras o suficiente (“não vou faze-lo enquanto não tiver a certeza do que realmente quero”); procrastinação (“eu sei que vou fazer mas esta não é a melhor altura”); falta de dinheiro (“preciso de dinheiro para fazer isto ou aquilo”); falta de recursos (“não tenho tempo, ando sem energia”); resistência (“há um sentido para a vida e não sou eu que o vou mudar”); ou apenas medo?

O MEDO É UM TESTE! O medo é…

…algo que surge da noção de branco e preto, que aceita que todos os acontecimentos ou são bons ou são maus, e que se são maus é porque fizemos algo de errado.  Tudo na vida transporta uma dádiva e uma aprendizagem, procure o lado colorido dos seus medos.

…algo que aparece quando enfrentamos o desconhecido: e se não consigo lidar com a nova relação (ou o novo trabalho, ou o novo compromisso); será que me vou arrepender. Temos quase sempre a oportunidade de fazer novas escolhas.

….algo que nos faz pensar que estamos a arriscar perder algo que conquistamos, mesmo já não sendo útil e satisfatório e que cria em nós um falso sentido de urgência. Adote uma visão de futuro e coloque benefícios na mudança que deseja.

Dicas para lidar com os seus medos:

1- Escreva lembretes que o façam sair do estado de medo quando ele “aparecer” – “Segue pelo caminho que te faz sentir mais energia!”; “Sente o medo mas segue em frente!”; “Faz coisas que te façam sentir melhor do que te sentes agora!”

2- Quando se sentir “preso” no medo reaja de alguma maneira. – Foque-se no momento presente; permita-se viver na incerteza por uns tempos; escolha uma área da sua vida e dedique-se a reforça-la com competências e novos recursos. A nossa segurança reside na habilidade de perceber, adaptar e responder aos eventos!

3- Tome decisões “corajosas”

-Sinta o medo e distinga o que pode estar a impedir que siga em frente;

-Reflita sobre se esta disposto a lidar com o pior que pode acontecer;

-Mantenha a mente aberta, pois quem sabe se vai ser bom ou mau;

-Faça algo, por muito pequeno que seja, seja curioso e audaz;

-Mantenha-se positivo e respeite-se no seu discurso interno e nas suas ações, ocupe o tempo com coisas que o nutram;

-Assuma a responsabilidade pelas suas escolhas mas não se culpe

Keep it simple, foque-se apenas no que interessa, simplifique!

Experimente mudar o seu discurso e ao invés de se lamentar que tem medo e está confuso e receber toda a atenção e suporte, do mundo que o rodeia, faça antes a pergunta: “Como lido com o meu medo?”

Treine-se para ter uma atitude de aconteça o que acontecer, eu vou dar conta dos meus medos e seguir em frente!

Photo credit: Zarko Drincic via Foter.com / CC BY-ND

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *