A MÚSICA NA POINTS OF YOU

Estou a frequentar uma Especialização Avançada em Arte Terapia e tem sido maravilhoso poder perceber numa abordagem mais acadêmica as subtilezas terapêuticas por trás da metodologia Points of You.

A música em terapia,  tem propriedades específicas que são usadas para complementar e reforçar o efeito de outras abordagens. Na Points of You usamos a música para dinamizar a 1ra etapa do nosso método – a Pausa. Nesta etapa o foco está na ativação da relação do indivíduo consigo próprio, na promoção de um estado mental, físico e emocional de abertura e alinhamento, presença e conexão interior.

A música é um estímulo presente longitudinalmente nas nossas vidas e tem simultaneamente um papel afetivo – promove sentimentos e estados emocionais – e cognitivo  – ativa pensamentos e memórias. A Música é pois um excelente reforço do trabalho de desenvolvimento pessoal que a Points of You promove com as suas ferramentas expansivas. Quer os nossos jogos, quer as músicas que selecionamos criteriosamente, estimulam em simultâneo o lado direito e esquerdo do cérebro, envolvendo na reflexão várias áreas cerebrais. 

A música despoleta em nós muitas respostas diferentes dado o elemento subjetivo do som no indivíduo.  

A música e as ferramentas projetivas Points of You são duas excelentes formas de promover o desejo de comunicar “de dentro para fora”: de estimular uma comunicação autêntica, promover reflexões emocionais, insights e ações, redirecionar pensamentos, expandir pontos de vista, inspirar desejo de conexão e partilha.

Gostávamos de lhe propor um desafio este mês: 

Escolha 3 músicas de estilos diferentes e encontre um momento onde possa ouvi-las em sequência.  No final de cada música escreva as primeiras palavras que lhe surjam num papel e que reflitam o que sentiu, como se sentiu, que memórias lhe ocorreram. Escreva também se sentiu algo no seu corpo, onde sentiu e se sentiu vontade de fazer algo depois de ouvir essa música.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *