Elabore a sua lista do NÃO Incondicional!!!

Na semana passada falamos do que é fundamental estar presente na nossa vida. Esta semana vamos ver o outro reverso da moeda: vamos elaborar a nossa lista do Não, de tudo aquilo que já quer deixar de fazer, para que possa proteger e melhorar a sua qualidade de vida.

Complete a seguinte frase e comece hoje a escolher com que quer realmente ocupar a sua mente, libertando de tudo o que a impede de ter mais espaço.

Quando começar a desenhar a sua lista siga apenas duas instruções simples:

  1. Pense em tudo o que lhe ocupa espaço mental e temporal do qual se quer ver livre,
  2. Depois de decidir o que não quer, acrescente o que quer ao invés disso.

Deixo aqui alguns exemplos da minha lista “Eu já não….” :

  • guardo coisas em casa que espero serem uteis um dia ou roupa que acredito que um dia me vai servir, DÁ-ME PRAZER DOAR O QUE JÁ NÃO ME SERVE!
  • mergulho nos problemas, ao invés de ME FOCAR EM SOLUÇÕES!
  • partilho o meu tempo com pessoas que me impedem de ser quem sou e me afetam negativamente, ESCOLHA PARTILHAR O MEU TEMPO COM PESSOAS QUE ME FAZEM BEM!
    ponho a atividade física e a saúde em segundo plano, OS MEUS COMPORTAMENTOS SÃO ORIENTADOS PARA UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL!
  • desperdiço tempo a ver programas de TV apenas porque sim, O MEU TEMPO LIVRE É INVESTIDO A LER E INTERGAIR COM FAMILIA E AMIGOS!
  • como quando não tenho fome, ESCOLHO COMER A CADA DUAS HORAS E BEBER MAIS ÁGUA!
  • abdico de tee tempo regular para mim, DIARIAMENTE INVISTO 30 MTS EM AÇÕES QUE ME FAZEM SENTIR BEM E ME VALORIZAM!

É muito fácil elaborar a sua lista, foque-se em tudo o que lhe suga energia, lhe dá a sensação de frustração e tempo perdido, preste atenção ao que despoleta emoções e sensações negativas em si e perceba se as ações associadas são algo que queira manter na sua vida. Tal como numa mudança de hábitos alimentares, não vasta saber que alimentos novos e saudáveis quer introduzir nas suas rotinas; é importante também consciencializar todos aqueles que já não servem o seu propósito e ver-se “livre” deles.

Teve boas ideias para a elaboração da sua lista? Partilhe connosco.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *