3 Comportamentos que podem elevar o seu sucesso e felicidade

Quantas vezes, chegou ao domingo à noite com a sensação que não aproveitou o seu fim-de-semana? Quantas vezes chegou à segunda de manhã com a vontade que fosse fim-de-semana de novo? Para aumentar a qualidade dos nossos dias, devemos aumentar a qualidade das nossas vidas e são os pequenos detalhes que, por vezes, fazem as grandes diferenças.

Gostava de vos desafiar a experimentar estas dicas para tirar mais proveito ou, pelo menos, sentir a diferença na qualidade dos seus dias.

Durma mais (ou melhor)

Dormir é uma necessidade básica humana que durante a semana nem sempre conseguimos satisfazer.

Por vezes chegamos ao fim-de-semana já com os horários condicionados e nem sempre conseguimos aproveitar para descansar mais.

Outras vezes usamos o método “vingança” e dormimos como se não houvesse amanhã, o que para algumas pessoas acaba por ter o efeito reverso, pois acaba por nos tirar energia para desfrutar do dia.

A maior parte dos estudos na área do sono indicam que não é tanto a quantidade mas a qualidade do sono que faz a diferença.

Sabia que os nossos ciclos de sono tem a duração aproximada de 1h30 e que se os interrompermos, podemos acordar ainda mais cansados? 

Nos próximos dias experimente garantir que dorme ciclos de 1h30, ou seja que dorme 6h ou 7h30 ou 9h. E meça a diferença nos seus níveis de energia e bem-estar ao acordar. Se o fizer durante um período de tempo continuado pode inclusive criar um novo hábito e conseguir tal como eu, dormir 6h dia e acordar sem despertador.

Se a esta altura tem uma vozinha que diz, “eu preciso de dormir pelo menos 8h a 9h, senão não funciono,” então poderá ser interessante trabalhar as suas crenças em relação ao sono.

Alguns dos nossos comportamentos são fortemente condicionados por crenças pelo que fazer uma breve lista das crenças que tem que podem estar a impedir progressos pode ser um exercício complementar interessante (ex. acredito que preciso dormir 9h mas só consigo dormir 7h – crença limitadora).

Durma melhor

Durma melhor e respeitando os ciclos do sono

Faça pausas

É muito fácil que a correria dos nossos dias, as mil e uma atividades que temos que conciliar, os ritmos frenéticos de trabalho, o trânsito e a própria dinâmica da vida, nos façam viver nesta roda de ratos que não para nunca.

Muitos estudos tem comprovado que, se não pararmos para recuperar a vida, muitas vezes a vida dá-nos motivos para pararmos; uma doença, um cansaço extremo, uma dor mais aguda.

Seja preventivo e use alguns momentos do seu dia para fazer pausas. 5 Minutos de manhã antes de ir tomar banho, 5 minutos ao deitar antes de dormir, 3 ou 4 minutos no carro antes de ir trabalhar.

A ideia é garantir que condiciona alguns momentos relevantes do seu dia usando o poder da pausa, ao som de música, ao ritmo da respiração ou contemplando a natureza.

Sabia que quando faz uma pausa intencional o seu estado emocional fica mais discernido, a sua capacidade de atenção aumenta e os seus níveis de bem-estar e satisfação também?

Se a esta altura a sua vozinha diz, “eu vou esquecer-me, não tenho tempo para fazer o que tenho que fazer quanto mais perder tempo com pausas!”…

Fique a saber que o nosso cérebro é resistente a mudanças mas quando percebe os seus benefícios fica mais fácil agir. Defina o seu plano, escolhendo os momentos do dia onde vai introduzir as suas pausas, coloque um alarme no telemóvel para se lembrar e escreva os benefícios que sente quando o faz.

Faça pausas intencionais e o seu estado emocional ficará mais discernido

Faça pausas intencionais e o seu estado emocional ficará mais discernido

Seja promotor de sorrisos genuínos

Cientificamente sorrir, liberta hormonas que nos fazem sentir melhor e mais felizes, independentemente de o seu sorriso ser ou não genuíno. Para além do benéfico efeito que sorrir tem no eu, ainda tem o efeito benéfico de contagiar as pessoas a nossa volta.

Sabia que sorrir reduz o stress e ansiedade, que nos torna mais empáticos aos olhos dos outros, mais produtivos no trabalho e por incrível que pareça ainda nos faz parecer mais novos?

Quando estamos em piloto automático é muito fácil perdermos o controlo e consciência da nossa expressão fácil e se a esta altura esta a pensar algo do género “nem sempre tenho motivos nem vontade de sorrir”.

O melhor que pode fazer é praticar intencionalmente a arte do sorriso.

Faça uma lista do que coloca um sorriso na sua boca, escreva um pequeno papel e traga-o consigo. Escolha uma foto de uma memória positiva e tenha-a a sempre à mão.

Como integrar mudanças implica repetição, defina um conjunto de momentos do seu dia nos quais vai sorrir intencionalmente:

  • quando chegar ao trabalho,
  • quando chegar a casa,
  • quando for na rua com desconhecidos,
  • no início do dia,
  • quando olhar para si ao espelho.
Promova sorrisos ao longo do dia

Promova sorrisos ao longo do dia

Conclusão

Mudar comportamentos é desafiante e por vezes queremos mudar o complexo sem ainda ter mudado o básico, mas quando o básico estiver sólido, o complexo torna-se fácil.

Disposta/o a experimentar?

Ultima dica para o sucesso: faça um registo das…

  • horas que dorme,
  • das pausas que faz,
  • e dos sorriso que dá ao longo do seu dia.

Arranje um colega de trabalho ou um amigo para uma disputa de mudanças comportamentais positivas e comprometa-se a ser o vencedor.

Porquê? Porque vale mesmo a pena.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *