O impacto da paixão na vida profissional

Todas as equipas tem potencial para serem apaixonadas pelo seu trabalho

Há uns anos atrás a Deloitte fez um estudo e conclui que quase 90% dos colaboradores não estavam apaixonados pelo seu trabalho.

Consequentemente, não estavam a contribuir com o seu potencial máximo.

Nas minhas pesquisas não encontrei indicadores atuais mas acredito que não serão muito diferentes, uma vez que a maior parte das pessoas continua a associar, como fator primário para ir trabalhar, o dinheiro.

“O prazer no trabalho aperfeiçoa a obra”

Aristóteles

Muitas das empresas com as quais colaboro, com uma intenção muito positiva, procuram incentivar os seus colaboradores com bónus e regalias, conseguindo apenas resultados de curta duração.

O segredo para o sucesso consistente e duradouro é despertar paixão nos colaboradores, para que se conectem aos objetivos da organização e a uma visão de futuro, que se predisponham de forma consistente a aprender, crescer e aplicar o saber no seu dia-a-dia laboral.

“A única forma de se fazer um bom trabalho é amando o que se faz”

Steve Job

É tão bom quando os mais de 100 milhares de milhões de conexões cerebrais que temos entre as orelhas se conectam com a paixão.

Esta paixão ativa as áreas cerebrais associadas à recompensa e ao prazer – o núcleo caudal e a área ventral tegmental.

Esta ultima, possui recetores para o neurotransmissor dopamina que, no nível certo, favorece a atenção, eleva a energia, sustem a motivação e pode criar um bem-estar desejável.

Esta paixão ativa as áreas cerebrais associadas à recompensa e ao prazer

Esta paixão ativa as áreas cerebrais associadas à recompensa e ao prazer

No fundo a sua produção é equivalente aquela palmadinha nas costas que nos diz: “ Excelente, continua assim!”. Mas existem muitos mais benefícios para que promova a paixão nos seus colaboradores:

A paixão intensifica o foco

Conhece aquela expressão dos apaixonados, “não tenho olhos para mais ninguém”? Pois bem no trabalho a paixão também não deixa espaço para a disrupção e as distrações.

A paixão promove a criatividade e a inovação

Trabalho com paixão melhora o nosso estado mental, permitindo melhores ideias e maior capacidade de resolução de problemas. Na realidade tal como num casal apaixonado, todos os problemas são ultrapassáveis e a capacidade de surpreender com ideias novas e soluções é ilimitada.

A paixão aumenta o desejo pela excelência e a motivação

Quem se sente apaixonado pelo seu trabalho promove o detalhe, a precisão e os pormenores, colocando o seu melhor em tudo o que faz. Numa relação, o apaixonado acorda de manhã e só pensa na sua amada, deseja estar com ela. Um apaixonado pelo trabalho, acorda de manhã, e como vai passar o dia a fazer algo que gosta os seus níveis de energia e entrega aumentam.

A paixão aumenta a satisfação e reduz o stress

Fazer o que se gosta, ou fazer com gosto o que não se gosta tanto, produz relaxamento e prazer na sua mente e no seu corpo. Fica mais fácil fazer trabalho adicional e fazer um esforço extra. Conhece algum apaixonado que não esteja disposto a fazer o que quer que seja para estar mais uns minutos extra com a sua cara metade?

A paixão aumenta a satisfação e reduz o stress

A paixão aumenta a satisfação e reduz o stress

A paixão inflama as conquistas

O sucesso em trabalhos sem paixão não tem o mesmo gosto. Colaboradores apaixonados, estão dispostos a bater obstáculos, a criar soluções, e a desenvolver habilidades e a atitude certa para alcançar mais sucesso.

 

“Toda a gente é um génio. Mas se julgar um peixe pela sua capacidade de subir uma árvore, vai gastar toda a sua vida acreditando que ele é estúpido”

Albert Einstein

 

O que fazer para desenvolver mais paixão na sua equipa?

Todas as equipas tem um potencial enorme para serem apaixonadas pelo seu trabalho. Somos intrinsecamente motivados para desenvolver competências, crescer, e ter entusiasmos pelo que fazemos.

Ficam aqui algumas dicas do que pode elevar a paixão nos eus colaboradores:

  1. Promova o feedback e a conexão entre colaboradores para promover networking de crescimento e resolução de problemas
  2. Promova o reconhecimento pelo bom trabalho
  3. Promova o alinhamento com os valores da empresa
  4. Permita a autonomia dentro das equipas e permita aos colaboradores envolver-se em novos projetos, testar e experimentar novas ideias
  5. Promova um mindset coletivo de melhoria continua, de felicidade no local de trabalho, um ambiente de trabalho mais saudável (programas de mindfulness, gestão de stress)
  6. Promova o crescimento criativo, um clube de leitura, promova tempo para microlearnings, surpreenda-os com um workshop diferente e novas abordagens e metodologias criativas
Todas as equipas tem um potencial enorme para serem apaixonadas pelo seu trabalho

Todas as equipas tem um potencial enorme para serem apaixonadas pelo seu trabalho

Experimente organizar um Workshop Points of You® na sua empresa e promova numa iniciativa única, uma troca de pontos de vista entre os seus colaboradores, com visão no futuro desejado, dinamizada com o auxílio de uma ferramenta projetiva, criativa, e inesperada mas precisa.

“Encontramo-nos imersos em atitudes e crenças individuais, e esquecemos-nos do quanto é simples cooperar. Essa ação inerente, que já foi parte integrante da vida tribal, tornou-se uma batalha de egos em que todos só pensam em si mesmos.”

Efrat Shani

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *