O impacto da formação em época de desafios

Como se motivam as pessoas perante os desafios estruturais e conjunturais que cada vez mais se fazem sentir a nível empresarial? Como se pode um colaborador auto motivar para o dia-a-dia de trabalho?

Nos últimos 12 anos tenho dedicado grande parte do meu tempo a inspirar mudanças positivas em empresas e organizações através da formação. Muitas das solicitações visam dotar e proporcionar aos colaboradores motivação e energia para lidar com a pressão de tempo, o stress, objetivos cada vez mais ambiciosos e níveis de exigência e eficácia cada vez mais elevados.

Na atualidade é de louvar as empresas que têm o comportamento proactivo de dotar os seus colaboradores de novos recursos. Por outro lado é de louvar também que os colaboradores escolham investir o seu bem mais precioso, o tempo, em formação, o que os torna também em pessoas diferenciadoras. A verdade é que tem sido visível, com a metodologia que usamos nas formações da MERAQI, a alteração nos participantes ao nível do entusiasmo, energia e vontade de ser mais e melhor. Se considerarmos que na vida a área profissional e pessoal andam de mãos dadas, uma melhoria proporcionada pela empresa ajuda em ambos os níveis.

A formação comportamental nas empresas é uma alavanca de mudança e uma valorização pessoal e organizacional imediata. Conseguir definir objectivos e diferentes formas de os alcançar, minimiza a ansiedade. Saber como lidar com as variáveis externas em termos emocionais, pode influenciar positivamente a equipa e fazer toda a diferença na dinâmica relacional. Estar grato pelo que se tem e ressignificar a forma como usamos o nosso corpo, o nosso pensamento e a nossa linguagem, ajuda a estar mais motivado e mais feliz.

E se fosse possível que os seus colaboradores experienciassem emoções mais positivas ao longo do seu dia de trabalho.

E se fosse possível que perante o stress, a ansiedade, saber usar os recursos adequados para alterar os seus estados e ainda saber como influenciar os colegas positivamente.

E se pudéssemos mudar a cultura dos problemas e transforma-la numa cultura de soluções, de colaboradores focados em encontrar a melhor forma de lidar com os desafios ao invés de se lamentarem deles.

Hoje senti vontade de agradecer os milhares de formandos que tive ao longo da última década, pela confiança, evolução e aprendizagens, alguns deles ainda hoje partilham os seus progressos comigo e é super gratificante. Aproveito e deixo também 5 dicas simples para aplicar na sua realidade profissional e perceber o impacto que tem em si e nos outros:

  • Tenha uma expressão facial sorridente!
  • Pense em tudo de bom que possui na sua realidade profissional e na vida
  • Defina objectivos para si a nível pessoal e profissional
  • Descubra o que o inspira, apaixona e diverte naquilo que faz e foque-se nisso
  • Ajude as pessoas à sua volta a ter presentes os 4 pontos anteriores (“afecte-as positivamente!”)
1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] que nos focamos em transformar os nossos objetivos em realidade acontece um efeito colateral muito interessante que podemos designar de […]

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *