O Coaching na Gestão de Carreira Feminina

Escrevi este artigo há já algum tempo para ser publicado na revista SAPO Mulheres online. Apesar de orientado para um publico feminino explica com clareza os benéficos do Coaching, sugiro que leia!

Como faço para me sentir mais realizada em termos profissionais? Como conciliar o tempo familiar e as exigências profissionais? Como faço para me sentir mais auto-confiante? Como garantir um excelente desempenho nos vários papéis que tenho em simultâneo, como mulher profissionalmente activa? Como conciliar uma perspectiva de carreira aliciante, sem prejudicar o tempo disponível para lazer? Estas são algumas das questões com as quais nos defrontamos na hora de fazer escolhas.

Estes são também alguns dos desafios que o processo de coaching nos permite entender, de uma forma um pouco diferente da tradicional consultoria e aconselhamento, pois contempla a flexibilidade, a individualidade de cada pessoa e das suas questões. A principal missão do coach é dotar as pessoas de mais e melhores recursos, focando-as nas soluções, na definição de metas e objectivos, estimulando a acção e as escolhas.

Ao longo da minha experiência como coach, tenho contactado com várias mulheres que me questionam sobre como lidar com alguns preconceitos e estereótipos, como rentabilizar o seu tempo, como ascender na carreira, como lidar com as emoções, que escolhas fazer para se sentirem realizadas e felizes. Tudo isto, conciliando a vida pessoal e profissional. Acredito que estas serão as questões da maioria de nós. A boa notícia é que as respostas não são tão complexas como por vezes as visualizamos!

Muitas mulheres desistem de apostar na sua carreira, por questões físicas (crenças aliadas à idade, ao sexo, à fisiologia); emocionais (por questões de auto-estima, stress, ansiedade e à velha questão do sentimentalismo feminino); mentais (por não saberem gerir o tempo, os recursos, por não definirem objectivos), e mesmo espirituais (não sabem que carreira querem realmente, nem qual o significado maior na sua vida).

Há uns anos atrás, também eu questionei a minha carreira, o meu papel profissional e o meu potencial como pessoa. Nessa altura abracei um novo projecto, como coach e formadora na LIFE Training, funções que actualmente me preenchem e realizam plenamente. Sendo a nossa missão na empresa “inspirar decisões apaixonadas”, espero que este artigo vos inspire a definir objectivos ambiciosos, a partilhar desafios e questões para as quais buscam respostas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se ao debate?
Esteja à vontade para contribuir

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *